Home > Ciência e Saúde > Saúde em Aracaju firma parceria com ONG Norte Americana para tratamento de câncer de mama

Saúde em Aracaju firma parceria com ONG Norte Americana para tratamento de câncer de mama

Na manhã desta sexta-feira, 24, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) firmou uma parceria com a ONG norte-americana Susan G. Komen For The Cure com o objetivo de fortalecer as ofertas dos serviços de saúde e diagnóstico do câncer de mama em Aracaju. Presente na reunião que aconteceu no Radisson Hotel, o Secretário da Saúde André Sotero, juntamente com a diretora de Atenção à Saúde Guadalupe Ferreira, a coordenadora do Programa Saúde da Mulher Cristiani Ludmila e equipe do programa, pactuou o auxílio do levantamento de dados, bem como qualificação dos profissionais da rede a respeito da doença na capital.

De acordo com a referência técnica em saúde da mulher, Elissandra Alves, o acordo tem como benefício primordial melhorar os cuidados e viabilizar agilidade na detecção dos casos de câncer mamário, além de propiciar aos profissionais da rede capacitações específicas. “O nosso principal foco é melhorar o acesso das usuárias do SUS na capital aos serviços de saúde que envolve a preocupação com o câncer de mama, seja com dados, contatos ou mesmo por meio das qualificações que nossos profissionais terão com grandes nomes da área que já são parceiros da ONG”, afirmou.

O secretário de saúde reafirmou o compromisso com os usuários do SUS buscando sempre melhores condições de atendimento. “Discutir a assistência a pacientes com câncer é sempre muito importante e estamos aqui fazendo exatamente isso, buscando amadurecer o debate e fechar parcerias que possam trazer qualidade para o cuidado às pessoas com câncer”, disse.

O convênio da SMS com a Susan G. Komen For The Cure vai permitir maior qualidade nas informações sobre a doença para a população em geral, além da preparação de um número maior de profissionais da saúde para que se tornem mais conscientes a respeito dos diversos aspectos que envolvem esse tipo de câncer, que é o mais comum entre as mulheres.

Em palestra aos participantes, o diretor médico do Hospital Pérola Byington do Centro de Referência em Saúde da Mulher de São Paulo, drº Luiz Henrique Gebrim, chamou atenção para a importância de sensibilizar gestores e a sociedade civil quanto à necessidade do diagnóstico precoce. “Quanto antes diagnosticado, maiores as chances de cura, para isso é preciso um olhar diferenciado por parte dos gestores no que diz respeito à constatação do câncer, o tipo dele e o tratamento, visto que o fator tempo é extremamente importante para o sucesso da resolução dos casos”, pontuou.

 

Fonte: Prefeitura Municipal de Aracaju

Imagem: Ascom/SMS





Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve cadastrar seus dados e aguardar moderação. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.